Coronavírus: como utilizar a tecnologia para combater a pandemia

Especialista lista soluções que vão desde sistemas de detecção do vírus até robôs que servem refeições em hospitais

Com o momento difícil pelo qual a humanidade atravessa em decorrência da pandemia do Covid-19 muitas soluções para combater o surto do novo coronavírus, principalmente nos segmentos de inteligência artificial e ciência de dados têm sido, mais do que nunca, de extrema importância.

À revista Forbes, o consultor em tecnologia Bernard Marr listou alguns desses principais recursos. Variam de sistemas de detecção da epidemia e de novos casos de Covid-19 até o transporte de objetos por drones em quarentenas.

Portanto, confira essas novas ferramentas!

Pandemia havia sido prevista por inteligência artificial

A empresa canadense Blue Dot, que operada por meio de um sistema de inteligência artificial reúne notícias, comunicados de fontes oficiais, dados globais de tráfego aéreo e dados demográficos de vários países. Após serem analisadas, estas informações passam por uma análise qualitativa de especialistas em epidemiologia associados à companhia.

Desta forma, esta tecnologia é capas capaz de antecipar quando um país ou uma região pode ser afetada pelo surto de uma doença, e emite alertas para instituições governamentais e organismos oficiais de saúde.

Com esta solução, a Blue Dot conseguiu prever que o novo coronavírus chegasse a Tóquio, no Japão, pouco depois da aparição da doença em Wuhan, na China. Anos antes, a inteligência artificial já tinha apontado a chegada do vírus da Zika, no estado da Flórida, nos Estados Unidos.

Detecção do vírus

A gigante chinesa do setor de e-commerce e tecnologia, Alibaba, desenvolveu uma inteligência artificial. Ela consegue detectar a infecção do coronavírus em apenas 20 segundos por meio análises de tomografias computadorizadas do peito do paciente. Além disso, sua precisão neste processo é de 96%, e ocorre por meio de um sistema treinado a partir de imagens e dados de cinco mil casos confirmados e testados em hospitais da China.

Drones

Com o objetivo de minimizar as chances de contágio do coronavírus a Terra Drone fornece veículos aéreos não tripulados. Também conhecidos como drones – foram utilizados no transporte de amostras médicas e demais materiais de quarentena entre o centro de controle da epidemia de Xinchang County e o People’s Hospital, ambos na China.

Entregas de refeições feitas por robôs

Os robôs da Pudu Technology são outra ferramenta utilizada no intuito de diminuir as interações entre as pessoas. Produzidas para atender restaurantes, as máquinas foram adaptadas para distribuir refeições em pelo menos 40 hospitais na China. Além disso, os robôs da Blue Ocean Robotics foram utilizados para esterilizar ambientes das unidades de saúde por meio de raios ultravioletas.

Monitoramento de transmissões

Apesar de ser controversa sua existência tem sido muito útil. Por meio do sistema de vigilância utilizado pelo governo chinês, que utiliza tecnologia de reconhecimento facial. Com o auxílio de um software da SenseTime tem sido possível detectar a temperatura da população tornando mais fácil a identificação de pessoas que possam apresentar febre; ou outros sintomas relacionados a Covid-19.

Chatbots

Muito popular na china, a Tencet, empresa por trás da rede social WeChat ofece chatbots na plataforma para que usuários possam esclarecer dúvidas e receberem orientação sobre a Covid-19. Este mesmo recurso também é empregado nos canais de comunicação de agências de turismo e companhias aéreas.

De acordo com o especialista cientistas contam com acesso de supercomputadores e sistemas de armazenamento em nuvem de gigantes de tecnologia chinesas. Tais como Tencent, DiDi e a Huawei capazes de auxiliarem na busca por vacinas e tratamentos contra o coronavírus.

Fonte: Forbes e Olhar Digital

Por fim, caso queira criar um aplicativo próprio para sua empresa, é só acessar tec4you.com.br/aplicativos . Escolher seu segmento e as funcionalidades de seu app, tudo isso com preço acessível e mais de 27 funcionalidades disponíveis.

Por meio do endereço https://www.tec4you.com.br/sites/ ou ainda pelo telefone: (11) 3529-0906.