Qual a importância de se utilizar técnica de SEO em um e-commerce?

Qual a importância de se utilizar técnica de SEO em um e-commerce?

Conheça algumas dicas que podem fazer uma diferença enorme em sua loja virtual

Antes de entrar no mérito das técnicas de SEO em um e-commerce é preciso saber o que é e-commerce, certo? Bem, a palavra e-commerce é uma abreviação de eletronic commerce, o que traduzindo de forma literal quer dizer “comércio eletrônico”. A utilização da letra “e” serve para indicar algo que se dá na internet e é semelhante ao mundialmente famoso e-mail, que significa “correio eletrônico”.

O e-commerce, então, se refere às transações comerciais realizadas completamente via online. Isso envolve desde a escolha do produto pelo cliente, até a finalização da compra, com o pagamento. Ou seja, todo este processo é realizado por meios digitais.

Nesse tipo de comércio, a única etapa no mundo físico é a da logística de entrega das encomendas aos compradores.

Além dos processos de compra, o e-commerce se baseia, principalmente, na divulgação e promoção de seus produtos ou serviços — uma vez que as duas coisas podem ser vendidas online — por meio de ações de Marketing Digital. Desta forma, essa parte da conquista dos clientes também costuma ser feita pela internet.

Como publicado em um artigo anterior, nós sabemos que SEO é um conjunto de técnicas que visam melhorar o posicionamento de sites em determinados motores de busca. Agora, para quem é empreendedor e possui um e-commerce, utilizar esta mesma técnica pode ser uma das mais importantes dentre as demais ações de Marketing Digital.

Um erro muito comum é pensar que o SEO no e-commerce tem apenas como objetivo ampliar o número de visitantes para um determinado site quando na verdade, por esta estratégia ser imprescindível para garantir uma visibilidade para o seu negócio, utilizá-la deverá, além de atrair tráfego qualificado para o site, uma vez que os usuários sempre estão buscando ativamente no Google, poderá ainda gerar grande potencial de conversão.

Caso você esteja buscando esta conversão, confira algumas das principais dicas de SEO para e-commerce, que podem fazer a diferença em sua loja virtual.

Escreva descrições de produtos

Evite utilizar a descrição original fornecida pelo fabricante. O Google considera como conteúdo duplicado aquele que for repetitivo e isso diminui a possibilidade para que você conquiste as primeiras posições no buscador. Produza um conteúdo único, original e de qualidade, sem esquecer, é claro, de incorporar ao conteúdo palavras-chave relevantes.

Defina suas palavras-chave

Da mesma forma que a estratégia de Links Patrocinados define seu universo de palavras-chave, em SEO é preciso fazer o mesmo para garantir que você tenha páginas e conteúdo equivalentes as principais delas. Utilize o planejador de palavras-chave do Google Adwords para começar sua lista.

Após desenhar sua mídia orgânica ou lista de palavras-chave, você pode acompanhar o posicionamento de sua loja e seus principais concorrentes a partir de diversas ferramentas existentes no mercado.

Pesquise a concorrência

Analisar quem disputa o mercado com o seu negócio é uma ação muito comum, o chamado benchmarking. Já no caso da análise do SEO da concorrência, a prática é conhecida como skyscraper.

Atualmente, existem ferramentas que ajudam a localizar palavras-chave usadas pelo concorrente e uma destas ferramentas é o MozBar que é capaz de encontra várias informações como URL, título da página, meta descrição, H1, H2, links internos e externos.

Mesmo tendo esta ferramenta à disposição isto não significa que você deve copiá-la mas para saber que esta é uma das etapas de planejamento que pode trazer informações importantes na busca por melhores resultados.

Utilize imagens

A busca por imagens no Google também pode gerar tráfego. Para aproveitar esta oportunidade é preciso utilizar as tags corretamente. A tag <alt> indica o texto alternativo que aparece caso a imagem não seja exibida, enquanto que a tag <src> refere-se ao nome original do arquivo (nome-do-arquivo.jpg).

Ao utilizar uma descrição clara e informativa, o Google consegue entender os elementos visuais que compõem esse arquivo.

Tenha páginas responsivas

A utilização de smartphones para compras na internet já superou o de outros dispositivos. Ainda assim, algumas marcas ainda não investem adequadamente em páginas responsivas.

Além de comprometer a navegação do usuário, muitas compras ficam no meio do caminho pela falta de disponibilidade de recursos importantes.

A utilização de páginas responsivas é primordial uma vez que o Google também já as reconhece e dá prioridade a elas na exibição das pesquisas.

URLs amigáveis

Por padrão, muitos sistemas utilizam um conjunto de códigos na criação de URLs. No entanto, a URL é um importante fator de ranqueamento para o Google, uma vez que é por meio dela que é feita a comunicação do assunto principal de uma página.

Desta forma, opte por uma estrutura de URLs mais simples e de fácil compreensão pelo usuário, que descreva claramente o conteúdo da página e, caso seja possível, a categoria em que a mesma está inserida.

Crie um BLOG

Produzir artigos que estabeleçam comparações entre marcas e que esclareça dúvidas sobre as características dos produtos é muito importante. Estes conteúdos, além de criar demanda, estabelecem um relacionamento com o usuário, funcionando como fonte de tráfego qualificado para sua loja.

Apesar de serem muitas as práticas de SEO que podem ser aplicadas em e-commerce, estas são apenas algumas delas. A medida que seu site for crescendo é importante atualizá-lo, incluindo todas as mudanças e novas tendências.

Caso você seja empresário ou autônomo e tenha o interesse de ter o seu e-commerce com um excelente SEO, contate a Tec4you!

Por meio do endereço https://www.tec4you.com.br/sites/ ou ainda pelo telefone: (11) 3529-0906.