Tentativas de golpes em e-commerce crescem 83% em um ano; confira algumas dicas de como se proteger

Primeiramente, dados divulgados pela empresa ClearSale, especializada em antifraudes nos mais diversos segmentos, entre eles o e-commerce revelam que, nos três primeiros meses de 2021 o comércio eletrônico sofreu 600.926 tentativas de fraudes.

Este número representa um aumento de 83,7% em relação ao primeiro trimestre do ano passado. Ao todo, neste período, o e-commerce registrou mais de 37 milhões de pedidos de compras.

Além disso, o levantamento também indica que a maior parte das tentativas aconteceram durante compra de celulares pela internet.

Segundo especialistas, as tentativas de golpes cresceram durante a pandemia com a popularização do comércio digital, além do período de distanciamento social, somado ao fechamento de muitas lojas físicas.

De acordo com o levantamento, se as tentativas de fraudes tivessem sido efetivadas, o prejuízo seria de R$ 679,2 milhões. Ou 105,7% a mais na comparação com os R$ 330 milhões em tentativas de golpe no e-commerce no mesmo período do ano passado.

Os dados indicam que os golpistas passaram a ter como alvo produtos mais caros de um ano para outro.

Além disso, outro ponto relevante é o fato do valor médio dos produtos alvos das tentativas de golpe ser maior do que os gastos das compras feitas pelos verdadeiros consumidores.

Enquanto em 2020, o tíquete médio dos produtos cuja fraude foi evitada era de R$ 1.009, em 2021 foi de R$ 1.130. Já o tíquete médio das compras legítimas foi de R$ 455, no ano passado, e de R$ 527, neste ano.

Neste primeiro trimestre, os celulares responderam por 8,63% dos produtos que os fraudadores tentaram obter ilegalmente via e-commerce, seguido por ar-condicionado (6,31%), eletrônicos (5,48%), bebidas (5,27%) e alimentos (3,79%).

Portanto, confira dicas simples podem tornar as compras mais seguras no e-commerce

Entre todas as facilidades que a web oferece está a compra pela internet. Além de poder fazer os pedidos no conforto de casa e de qualquer lugar do mundo, é possível ainda evitar filas e pesquisar os melhores preços.

Apesar dos números serem expressivos quando o assunto são as tentativas de golpe, é possível sim afirmar que fazer compras pela internet é extremamente seguro.

Visando auxiliar aqueles que ainda duvidem disso, confira algumas dicas para se garantir na hora de adquirir algo utilizando como meio o mundo digital:

1.) Se você souber de alguém que tenha comprado por um determinado site confirme se o mesmo é realmente confiável. Verifique também a reputação da loja online na internet e nas redes sociais;

2.) Ao utilizar buscadores fique atento ao endereço (URL) para ter certeza de que se trata do site que deseja acessar. Muitos golpistas se utilizam de “links patrocinados” para ganhar mais visibilidade nos sites de pesquisa;

3.) Desconfie de promoções e descontos muito vantajosos. Golpistas costumam utilizar este tipo de ‘armadilha’, para criar uma necessidade de compra rápida e impulsiva do tipo: se não comprar agora perderá a promoção;

4.) Não abra, em hipótese alguma, qualquer tipo de e-mail ou mensagem que gere dúvidas quanto ao remetente e nem clique em links que estejam nestas mensagens;

5.) Conte com um bom e atualizado antivírus na hora de realizar sua compra seja pelo computador, tablet ou smartphone na hora de efetuar uma compra virtual;

6.) Ao decidir efetuar uma compra utilizando uma rede social, utilize apenas aquelas de perfis verificados e não deixe de pesquisar os comentários deixados por outros usuários;

7.) Habilite os avisos via SMS ou e-mail para cada transação efetuada com seu cartão. Este tipo de medida torna mais fácil identificar uma transação que possa não ter sido feita por você;

8.) Além disso, verifique qual é o sistema de segurança oferecido pelo site para suas compras antes de concluir o pagamento com cartão. Caso decida pagar via boleto bancário, confira se os dados são da empresa beneficiária (razão social e CNPJ);

9.) Por fim, se receber uma ligação para confirmação de uma suposta compra e não a reconheça, jamais informe seus dados pessoais ou digite sua senha ao telefone. Bancos e operadoras de cartão podem solicitar que você confirme dados pessoais, mas nunca vão lhe pedir para digitar a senha.

Além disso, conte com a certificação PCI da Tec4you e proteja os dados da sua empresa

Para quem hoje tem uma loja virtual, a proteção dos dados do seu negócio é imprescindível. Além disso para evitar que informações importantes caiam em mãos erradas a melhor alternativa é contar com a certificação PCI.

Embora existam outras, a PCI é a que mais se destaca, principalmente por sua capacidade de proporcionar mais segurança na proteção de dados.

Todas as empresas que atuem online e processem pagamentos, bem como armazenem e transmitam dados de cartões, contem com esta certificação.

Por fim, para obter esta certificação, a empresa que tenha autorização e seja uma auditora oficial. Junto a isso, há algumas exigências para a obtenção deste certificado.

Consolidada no mercado, a Tec4you oferece, por meio de sua consultoria, uma análise minuciosa do ambiente externo e digital em que as transações comerciais da sua empresa são realizadas.

Além disso, caso você tenha o interesse de contar com a Certificação PCI-DSS contate a Tec4you por meio do endereço https://www.tec4you.com.br/pci/ ou ainda pelo telefone (11) 3529-0906.